30/08/09

Obra importante, e despercebida

Um 'asfaltinho' novo vai sempre bem!
O trecho de acesso ao TICEN já necessitava há tempos uma bela recapagem da camada asfaltica que cobre a pista. O excesso de peso nos ônibus foi aos poucos cedendo a fina camada existênte.
Nada melhor do que num sábado de sol arrancar tudo e colocar um 'novo tapete preto' pra passagem de ilustres doutores, enfermeiros, professores, alunos e tantos outros que pagam(caro) uma tarifa e merecem, nem que seja, um acesso em melhores condições ao principal terminal urbano da capital.
Nas fotos: O trabalho realizado no último dia 29, sábado.

27/08/09

Não basta conhecer

Em matéria divulgada pela acessória de imprensa da prefeitura da capital...

Vice-prefeito da Capital conhece novas tecnologias para controle de tráfego

Na manhã desta quinta-feira, 27, o Vice-prefeito e secretário Municipal de Transportes, Mobilidade e Terminais, João Batista Nunes, participou da palestra sobre “o uso da tecnologia para controle nas vias urbanas” ministrada pelo professor Markos Papageorgiou, da Universidade Tecnológica de Creta (Grécia).


Não basta só conhecer. Na conjuntura que a cidade vive -em que se aproxima de mais uma grandiosa temporada de verão- são necessárias politicas publicas fortes e de curto prazo, ações emergenciais, evitando-se assim um caos nas vias do município.

25/08/09

É replay?

Em matéria veiculada hoje do Jornal do Almoço


Parece tudo igual, as datas vão se alterando, alongando, demorando e a paciência do motorista diminuindo. Creio que a maioria das pessoas que transitam nessa região do Terminal Rod. Rita Maria não iriam se incomodar em 'perder' uma parte da visão da ponte Hercílio Luz, em detrimento a uma obra que visa reduzir o tempo de deslocamento numa área de grande circulação de automóveis como é visto entre as Pontes da capital e Av. Beira Mar Norte.

Vale a pena ressaltar

Audiência Pública discute mobilidade urbana
Problemas de mobilidade urbana de Florianópolis foi um dos assuntos discutidos na Audiência Pública realizada na terça-feira (18/08), no âmbito da Comissão de Trabalho, Viação, Obras Públicas e Urbanismo.

O diretor de operações do IPUF, Carlos Eduardo Medeiros, abordou a necessidade de Pesquisa Origem e Destino, onde defendeu as duplicações das vias.
As principais reivindicações dos que estiveram presentes no que diz respeito à mobilidade urbana, foi o de priorizar os investimentos no sistema viário urbano aos modos coletivos e aos não motorizados, trazendo uma apropriação mais justa e democrática das vias públicas de transporte e promover a transformação do valor da tarifa gerando condições de acessibilidade dos cidadãos.

Estiveram presentes na reunião os vereadores Dalmo Meneses (PP), que presidiu a audiência, o vereador Norberto Stroisch Filho (PMDB), Ricardo Camargo Vieira (PC do B), Renato Geske (PR) e Edinon Manoel da Rosa (PSB). Além deles, estiveram presentes o presidente do SETUF, Valdir Gomes, Dionízio Linder, representando o Sintraturb e o Vice Prefeito e Secretário de Transporte, João Batista Nunes. Também pela Secretaria dos Transportes, participaram o diretor de operações Marcelo Roberto da Silva e a diretora de fiscalização, a engenheira de trânsito e transporte Lúcia Maria Mendonça Santos. Pela ONG Floripa Acessível, acompanharam a audiência Denise de Siqueira e Neiva Miguel.


Matéria reproduzida do Site da Câmara Mun. de Florianópolis.

24/08/09

Na chuva, atenção redobrada

Asfalto molhado + distração = perigo na certa!
Foi o que aconteceu nessa tarde chuvosa na capital. Na Av. Ivo Silveira -parte continental de Florianópolis- o motorista de um caminhão guincho perdeu a direção e acabou batendo violentamente contra a traseira do ônibus da Estrela que transitava na avenida.
Por sorte os passageiros não tiveram ferimentos graves, muito menos o motorista do caminhão.
Na foto: Rep. Diário.com - Caminhão não conseguiu desviar a tempo, ocasionando o acidente.

23/08/09

Na onda da gripe


Mais uma empresa mobiliza uma campanha em função da gripe A(H1N1), a Transol em seu website disponibilizou esse texto para seus usuários.

INFLUENZA A (H1N1)Mais conhecida como gripe suína, a Influenza A (H1N1) é uma doença respiratória e a transmissão ocorre de pessoa a pessoa, principalmente por meio de tosse, espirro ou de contato com secreções respiratórias de pessoas infectadas.
Algumas recomendações se fazem necessárias para prevenir a contaminação:
=Lavar as mãos freqüentemente com água e sabão, especialmente depois de tossir ou espirrar.
=Ao tossir ou espirrar cobrir o nariz e a boca com um lenço, preferencialmente descartável.
=Não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal.
=Pessoas com qualquer gripe não devem frequentar ambientes fechados e com aglomeração de pessoas.
=Procurar logo uma unidade de saúde em caso de suspeita de infecção pela Influenza A(H1N1) para diagnóstico e tratamento adequados.
=Não usar medicamentos sem orientação médica.
A auto medicação pode ser prejudicial à saúde
Outras informações: www.saude.gov.br / Disque Saúde 0800 61 1997


Nada mais do que obrigação em alertar os usuários, já que o final do inverno é o ápice para a contaminação da gripe.

19/08/09

Taxis são liberados para usarem corredores de ônibus



Além dos ônibus do transporte coletivo, os táxis também podem utilizar os três corredores -chamados de Linha Branca- criados no trânsito de Florianópolis.

17/08/09

Tá chegando a temporada, e as obras não chegam!

Em reportagem do Jornal do Almoço:

Obras importantes para evitar congestionamentos em Florianópolis foram embargadas. Em alguns casos, as obras estão autorizadas, mas não há informações para os moradores sobre indenizações previstas.

16/08/09

Anda rápido secretário!

Todo cuidado é pouco na travessia entre TICEN x Av. Paulo Fontes -futuro calçadão proposto há dois meses pelo vice prefeito e secretário municipal de transportes João Batista- os ônibus e carros cruzam a rodovia sem tomar conhecimento das pessoas, que transitam na região.



Na foto: Pedestres e ônibus bem próximos na travessia.

15/08/09

A noite é clara?

Essas últimas semanas venho observando na saída das aulas, que no TICEN ocorre um fato curioso, após as 22:30 as luzes principais de iluminação(pista e postes grandes) são desligadas, ficando somente acesas as lâmpadas de segurança(mais fracas) e as que estão em postes nas rodovias próximas, como é o caso da Av. Paulo Fontes e da Av.Gustavo Richard.

Na foto 1 Plataforma D (foto sem flash)

Na foto 2 Mesmo ângulo mas com flash, repare que a claridade vem da Av. Gov. Gustavo Richard, ao fundo.

A segurança nesses horários já é um fato a se pensar, nessa circunstância mais ainda!

14/08/09

Ônibus rodam com documentação atrasada


Em matéria do Hora de SC...

Ônibus da empresa Paulotur com linhas no Sul de Palhoça, Garopaba e Paulo Lopes, em Santa Catarina, estão com a documentação atrasada, sem o pagamento do seguro obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Dpvat) e com multas.
No dia 5 de agosto, a reportagem do jornal Hora de Santa Catarina flagrou quatro ônibus com a documentação irregular circulando pela Avenida Ivo Silveira, em Florianópolis.
Os veículos tinham como itinerários as localidades de Enseada do Brito, Albardão, Pinheira e Gamboa, entre a Grande Florianópolis e o Litoral Sul do Estado.

Usuários reclamam — Eles passaram a nos cobrar mais R$ 0,10 na tarifa e não pagam nem a documentação do ônibus. Isso é uma vergonha — reclamou o autônomo João Batista Antunes, 53 anos.
Os débitos de cada veículo variam de R$ 1,6 mil a R$ 2,5 mil. Os veículos que rodam com documentação irregular têm placa final dois, três e cinco. Os ônibus com placas finais nove e zero, que ainda não venceram, estão em dia. A Paulotur tem a concessão de nove linhas intermunicipais rodoviárias.
O presidente do Departamento de Transportes e Terminais do Estado (Deter), Altamir José Paes, disse que o órgão tem conhecimento dos fatos.
— Foi aberto um processo administrativo que está na fase final.
Estamos cientes das irregularidades que já foram comprovadas pelo nosso serviço de fiscalização.



A empresa pode até perder as linhas que são de sua responsabilidade. Repasse do pedágio é legal Desde o dia 1º de agosto, a Paulotur começou a repassar R$ 0,10 em cada passagem referente ao custo do pedágio. Cada ônibus paga R$ 2,40 de pedágio por trajeto.
Segundo o presidente do Deter, Altamir José Paes, o repasse do pedágio é legal. Em dezembro de 2008, o Deter baixou uma resolução que permite o repasse pela empresa. O cálculo da cobrança foi feito pela média de 22 passageiros por ônibus.

"Estamos regularizando por etapas" O gerente financeiro da Paulotur, Angelo Goulart, disse que a empresa paga um seguro extra para dar mais segurança aos seus passageiros.
Ele afirmou que a empresa vai regularizar a documentação dos ônibus.
— Estamos regularizando a documentação por etapas. Sobre o processo no Deter, isso é uma coisa comum que acontece com todas as empresas — afirmou.

13/08/09

Evitando a gripe H1N1



Em newsletter da Canasvieiras...

Prezados Clientes, visando proteger a saúde de nossos clientes e colaboradores, estamos adotando medidas preventivas para evitar o contágio da Gripe A (H1N1).
A cada viagem realizada o cobrador, motorista da linha direta ou motorista da linha executiva irá higienizar os balaústres dos veículos com álcool gel.
Os colaboradores foram orientados para que evitem contato físico (aperto de mão, abraço, etc), adotem o hábito de lavar as mãos com mais freqüência ou utilizem o álcool gel e não compartilhem objetos de uso pessoal (toalhas, pratos, copos, etc.).
Estamos solicitando aos clientes que mantenham as janelas dos veículos abertas.


Ótima postura, que o mês de Agosto, é considerado por especialistas o ponto auge da nova gripe, nada melhor do que salientar cada vez mais os cuidados a serem tomados a fim de evitar o possível contágio dessa gripe.

12/08/09

Em manutenção?

Só mesmo quem trabalha no IPUF(Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis) deve saber quais são os planejamentos urbanos que estão sendo realizados, pois os leigos -me incluo nessa grande maioria- ao tentar acessar o site do IPUF não consegue obter 'quase nenhuma' informação pertinente, a única é: ''EM MANUTENÇÃO".

Na foto: Rep. do site

10/08/09

Nova iniciativa

Transporte Maritmo
A Prefeitura de Palhoça vai lançar em trinta dias o edital para a concessão de transporte marítimo no Município. E diferente da proposta anterior, de limitar o serviço para atuar apenas na região litorânea de Palhoça, agora a idéia é outra: Transformar a concessão em intermunicipal. “ Pretendemos firmar uma parceria com o Governo do Estado, via Departamento Estadual de Terminais e Transportes do Estado (Deter), para tornar o transporte marítimo uma alternativa para atender a demanda da região metropolitana, minimizando a questão da mobilidade urbana”, informa o prefeito Ronério Heiderscheidt.
Ele afirma que a empresa vencedora da concessão iria atuar entre Palhoça e Florianópolis, e vice versa.
No edital ficaria estabelecido que o valor da tarifa ficaria a cargo do poder público municipal e que a empresa concessionária seria responsável pelas embarcações e pela construções das marinas de acesso. Para isso tornar realidade, o investimento estimado seria de R$ 500 mil. Todas as praias de Palhoça, que tem cerca de 28 quilômetros de extensão, seriam beneficiadas. Seriam atendidas as praias da Pinheira, Ponta do Papagaio, Enseada do Brito, Praia de Fora, Pólo Náutico, Pontal, centro do município até Florianópolis.

Assessoria de Comunicação - Pref. Mun. Palhoça Se o transporte intermunicipal através de ônibus aumenta, é uma ótima iniciativa para viabilizar uma outra forma de transporte -não utilizada- para o deslocamento pendular entre os moradores de Palhoça à Ilha de Santa Catarina. Iniciativa essa que iria desafogar muito o trânsito na principal saída da Capital, fora que iria aproveitar muito bem o potencial hidroviário da região.

09/08/09

Aos pais


Na foto: Reprodução do Site da Jotur - Única empresa que prestou homenagem nesse dia.

08/08/09

Vista de cima

Enquanto o Figueirense jogava, a garagem da Emflotur/Biguaçu no barro Estreito estava cheia de carros parados nesse sábado.




Na Foto: Garagem em vista aérea.

07/08/09

Manhã cinzenta


Esta sexta-feira de manhã parece aqueles dias pra ficar de baixo das cobertas vendo um filmezinho, ou ir aos shoppings -aproveitando o começo do mês para gastar o salário - e ver os lançamentos nas telonas.

Na foto: Travessia do TICEN - Av. Paulo Fontes, futuro calçadão (?).

06/08/09

Ótima iniciativa

A ciclovia Rota 9 – avenida Osni Ortiga/Porto da Lagoa terá uma extesão total de 3,2 quilômetros, sendo dois de vias exclusivas para bicicletas e 1,2 quilômetro de compartilhada de baixa velocidade. A faixa vai ligar a avenida das Rendeiras ao Rio Tavares fazendo conexão com outras duas rotas de cliclovias que servirão a região. Conforme os técnicos da Prefeitura, a revitalização da área deverá custar cerca de R$ 1 milhão.
O vice João Batista salientou aos representantes comunitários o desejo do prefeito Dário Berger em fazer as melhorias, afirmando que a obra está entre as prioridades. “As ciclovias da Osni Ortiga e a universitária, na bacia do Itacorubi, são prioritárias dentro das questões da mobilidade do município”, frisou. Quanto aos recursos para a obra a Prefeitura estuda várias alternativas. O IPUF já tem um pedido de verbas tramitando no Ministério das Cidades e na reunião foi cogitado até uma participação público-privado, com recursos oriundos de empresas da região através de compensação ambiental.
Outra preocupação tratada no encontro foi a segurança e a velocidade dos veículos na avenida. De forma emergencial a Secretaria dos Transportes se comprometeu a viabilizar junto ao IPUF a colocação de placas de trânsito estabelecendo 60 Km/h como velocidade máxima em toda a Osni Ortiga. Além disso, o município vai solicitar à Polícia Rodoviária Estadual a adoção de policiamento ostensivo com radar móvel na via. “Estamos estudando a colocação de lombadas eletrônicas em vários pontos da cidade para coibir o excesso de velocidade e educar os motoristas e a Osni Ortiga deverá ser uma via onde esses redutores serão instalados”.
(extraido da acessoria de imprensa da PMF)


As ideias são ótimas, são necessárias
para o futuro (em curto/médio prazo) para desafogar evidentemente o trânsito em algumas principais vias de locomoção na Ilha de Santa Catarina, e gerando mais visibilidade para um meio de transporte sustentável, seja a bicicleta ou própriamente a caminhada, em função dos carros e ônibus.

Na foto: Caminhada entre trabalho e casa em pequenas distâncias pode ajudar no trânsito.

05/08/09

Revolução?


O vice-prefeito e Secretário de Transportes, Mobilidade e Terminais da Capital, João Batista Nunes, apresentou para o prefeito Dário Berger na manhã desta segunda-feira, 3, o plano de ação do órgão que até 2012, que prevê entre as mudanças a criação da Empresa de Mobilidade Urbana de Florianópolis (EMUF), uma autarquia para gerenciar o transporte e o trânsito da cidade.
Segundo João Batista Nunes, o primeiro “shopping terminal” será construído na área continental, entre a avenida Ivo Silveira e a Via Expressa (BR-282), e deverá abrigar os ônibus urbanos, intermunicipais, rodoviários além de futuramente o metrô de superfície.

Linha Branca(Corredores de Ônibus)
Para enfrentar os problemas de engarrafamentos e dar maior agilidade ao transporte coletivo o plano estabelece a ampliação dos corredores de ônibus, com a implantação de novas “linhas brancas” em vias da Ilha e Continente. Os corredores completariam os que já funcionam na rua Pedro Bittencourt, na saída do TICEN, Ponte Colombo Salles, na Jorge Lacerda, Sul da Ilha e avenida Ivo Silveira, dando total prioridade para os ônibus em detrimento dos carros particulares.
Na área central serão criadas “linhas brancas” nas avenidas Mauro Ramos e Beira-mar Norte para possibilitar a humanização da avenida Paulo Fontes. A via vai virar um calçadão nas proximidades do TICEN, dando total prioridade para os pedestres e aumentando a segurança dos usuários do terminal. Já no Continente a preferência para o transporte urbano se estenderá para as ruas Fúlvio Adulcci e Gaspar Dutra. Também a ponte Pedro Ivo Campos terá um corredor. Outra medida para dar maior vazão ao transporte e ao fluxo de veículos será a criação do binário das ruas Deputado Edu Vieira e Romualdo de Barros. A via funcionará como principal ligação entre a Beira-mar Norte e a Via Expressa Sul e também deverá ter uma faixa preferencial para ônibus.

Licitação
Entre os compromissos serão realizadas licitações para o sistema de transporte coletivo, e ainda este ano também será lançada uma concorrência mais cem táxis. A medida vai suprir a falta do serviço provocada pelo crescimento urbano nos bairros mais distante do Centro e atender a demanda dos novos equipamentos comunitários instalados no município.

Comunidade
O plano de ação prevê ainda aumentar a participação comunitária nas questões do transporte. O projeto “fala comunidade” vai levar o secretário e os técnicos do órgão até os bairros para ouvir as necessidades de cada localidade. Nesses encontros devem ainda ser escolhidos representantes que funcionarão como “fiscais comunitários”, sendo um elo entre os moradores e a Secretaria de Transportes.

Texto extraído do site da PMF.

A maioria das propostas apresentadas são muito benéficas para a sociedade, ter uma visão do que é necessário realmente para dar fluidez e qualidade ao transporte coletivo em Florianópolis.
Somente duas questões são pertinentes, o tal 'shopping terminal' próximo a Via Expressa poderia ser construido onde hoje já está edificado o TICAP(Terminal de Capoeiras) economizando a construção de outro espaço, e o mais importante reavivando um espaço 'nunca' usado. Outra seria o corredor de ônibus na Av. Mauro Ramos, ficaria estranho se o corredor fosse na pista da esquerda(de cada mão), os carros ao adentrar nas ruas periféricas iriam cruzar a frente dos ônibus, deixando assim de ser corredor exclusivo para ônibus.

03/08/09

Vai virar pizza?

Em matéria do blog 'Na Rua' do clicrbs:

TRT julga greve de ônibus
A greve dos motoristas e cobradores do transporte urbano da Capital, em junho, volta a ser discutida nesta segunda-feira. O Tribunal Regional do Trabalho de Santa Catarina (TRT-SC) decide hoje pela manutenção ou não da multa aplicada aos sindicatos dos trabalhadores e das empresas.

O sindicato dos funcionários (Sintraturb) foi multado em R$ 150 mil e os sindicatos das empresas do transporte de passageiros da Grande Florianópolis (Setuf) e de Santa Catarina (Setpesc), em conjunto, em outros R$ 150 mil, pelo descumprimento da exigência da frota mínima durante os três dias de paralisação. O valor deve ser recolhido ao Fundo de Defesa de Direitos Difusos.

No dia 30 de julho, o Sintraturb anexou manifestação ao processo, alegando que a cobrança da multa pode causar o fechamento do sindicato.
A entidade quer que a punição seja alterada e sugeriu a doação de sangue, por parte de seus associados, como alternativa à multa.
O julgamento é aberto ao público e ocorre às 14h, na sala de sessões do Tribunal Pleno.



Entre multas e ações, pouco é arrecadado e pouco é realizado, a propósito acho que 90% dos usuários não sabe onde vai parar esse dinheiro da multa(se for) aplicada.
Na foto: Categoria multada em R$150mil pela greve.

01/08/09

Preparem o bolso

A dúvida na matéria veiculada no DC do dia 8 de julho de 2009 tornou-se realidade e surpresa ao mesmo tempo neste sábado, 1º de agosto para quem utiliza o transporte intermunicipal no estado de Santa Catarina.

A matéria:
Deter avalia aumento de 10% nas passagens
As passagens de ônibus intermunicipais vão aumentar em Santa Catarina. O índice reivindicado de 10% está em avaliação no setor técnico do Departamento de Transportes e Terminais do Estado de Santa Catarina (Deter/SC).
A previsão é de que dentro de 10 dias tenha sido ou não aprovado.O novo valor deve entrar em vigor em 1º de Agosto.
O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros no Estado de Santa Catarina reclama que a planilha apresenta uma defasagem de 27%, que se acumula desde 1990.Altamir José Paes, presidente do Deter, explicou que os técnicos do órgão vão considerar algumas variáveis para atender ou não ao pedido. Entre estas condições estão o custo do diesel, o valor da Unidade Fiscal de Referência (Ufir) e também o índice de inflação no período.
– Sabemos que o diesel baixou, mas a Ufir subiu. A avaliação técnica coloca tudo isso na balança – observou.– É possível que o reajuste seja fixado no mesmo índice concedido pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que foi de 7,4% para os ônibus que fazem as linhas interestaduais – comparou Altamir Paes.A partir de Florianópolis, a linha mais barata hoje é para municípios como São José, Palhoça e Biguaçu, o chamado Patamar 1, para a distância de até 15,29 quilômetros, o valor era de R$ 2,00
(passou hoje para R$2,15).
Para a linha mais longa a partir de Florianópolis, que vai até Dionísio Cerqueira, no Extremo-Oeste catarinense, o preço atual é de R$ 127, 67. São cerca de 740 quilômetros até o município, localizado na fronteira com a Argentina.
(Fonte: Diario.com.br)

A maioria da população ainda não foi pega de surpresa, o susto vem ao decorrer da semana no ato de pagar a passagem ao cobrador, e no final do mês ao ver o saldo bancário.
Dois aumentos e nada de melhora, o primeiro foi o reajuste na capital, agora esse em linhas intermunicipais, enquanto isso os horários diminuem(Estrela e Biguaçu reduziram parcialmente suas viagens em diversas linhas) e a frota envelhece...

Na foto: O aumento visível no para brisa(Patamar I reajustado de R$2,00 para R$2,15)